Distribuições linux para desenvolvedores

Distribuições Linux para desenvolvedores
Distribuições Linux para desenvolvedores (Fonte: Mundo Doido - (CC BY 4.0))

No universo linux temos uma vasta quantidade de distribuições, algumas delas melhores ou piores para determinados tipos de aplicação.

Portanto, fazer uma boa escolha de distribuição é algo que implica em uma série de fatores a serem analisados. Nesse artigo visamos listar quais são as melhores distribuições linux para desenvolvedores.

1. Debian

O Debian é uma das distribuições linux mais estáveis e seguras, não atoa é o sistema que dá origem a diversos outros. Um dos sistemas operacionais linux mais populares, o Ubuntu, é baseado no Debian, por exemplo.

O Debian tem um grande status na comunidade, pois tem um grande número de pacotes estáveis, muitas documentações e tutoriais disponíveis na internet, seja no próprio wiki ou em fóruns de discussões pela internet.

A distribuição é recomendada para programadores que buscam um sistema estável, sólido, mas que encontram facilidades no gerenciamento de pacotes.

Portanto, o Debian é super recomendado para programadores avançados e administradores de sistema.

2. Arch Linux

O Arch Linux é um sistema operacional que oferta um ancho nível de personalização durante a instalação do sistema, de uma tal forma que permite ao programador customizar a sua instalação. O programador é o grande responsável em escolher quais pacotes será necessário instalar para satisfazer as suas necessidades.

Por tais motivos citados acima, a distribuição referida não é das mais amigáveis, sobretudo para usuários iniciantes ou mesmo para aqueles que se aventuram no mundo da programação.

No entanto, a distribuição é excelente para usuários com certo grau e conhecimento no universo Unix e que tem controle sobre quais pacotes e repositórios deseja manipular de uma tal forma que não interfira no código.

3. Ubuntu

O Ubuntu é a distribuição linux mais popular, muitos usuários acham que Linux e Ubuntu são termos sinônimos, o que bem sabemos não é verdade.

A distribuição do Ubuntu é bem cativante, pois oferta um sistema que pode ser útil para diversas finalidades, na qual a programação e o desenvolvimento é uma delas.

A distribuição é desenvolvida pela comunidade e uma empresa, a Canonical, oferta suporte a distribuição.

O Ubuntu é um das distribuições mais executadas em servidores web, oferta códigos abertos, tem uma enorme comunidade de entusiastas para ajudá-lo em diversas situações.

Portanto, independentemente de seu uso, a distribuição do Ubuntu é sempre uma escolha recomendada.

4. OpenSUSE

O OpenSUSE é um sistema operacional muito estável para programação. Esta distribuição Linux está disponível em duas versões. Enquanto o openSUSE Leap é a versão LTS, que permanece bastante atualizada e com estabilidade garantida, o Tumbleweed é a versão final, ideal para aqueles que amam o gosto do software mais recente.

Um dos principais pontos fortes do openSUSE é o gerenciamento de pacotes do YaST (Yet Another Setup Tool), que facilita a automação de tarefas diferentes.

Outro ponto de destaque dessa distribuição é o seu método de entrega de softwares, que permite ao usuário visitar o site, analisar o banco de dados de pacotes e escolher o que quer instalar. Em tese, isso daria total controle ao programador.

Portanto, temos uma distribuição bastante estável e com bastantes pacotes atualizados e conta com um sistema de gerenciamento de pacotes, que é um dos mais recomendados por quem entende o funcionamento do linux.

5. Fedora

O Fedora é uma distribuição linux que é derivada da distribuição comercial do Red Hat Linux, por isso tem total suporte de uma empresa e comunidade.

A distribuição é bem fácil de ser instalada e configurada, possui um portal dedicado a desenvolvedores, pode ler mais sobre o assunto nesse link.

A distribuição conta com repositórios atualizados. Sua configuração automática inteligente e pacotes atualizados fazem dele um sistema operacional de programação perfeito para um desenvolvedor.

Além disso, o Fedora só vem com componentes de código aberto, o que o torna uma escolha perfeita se você é um amante obstinado de código aberto. Até mesmo Linus Torvalds prefere o Fedora ao Debian e ao Ubuntu.

6. CentOS

O CentOS é ideal para quem é familiarizado com a distribuição Fedora e precisa usar um sistema operacional com suporte a longo prazo.

Essa distribuição é uma versão comunitária da Red Hat, sem quaisquer custos, mas também sem nenhum suporte da mesma.

O processo de instalação e configuração do CentOS é bastante similar ao Fedora.

Na prática temos um sistema estável e que permite executar e desenvolver aplicativos com segurança.

A distribuição CentOS é uma das mais utilizadas em servidores web, muito em função de sua segurança e estabilidade.

7. Gentoo

A distribuição Gentoo, por muitas vezes, é chamada de distribuição “meta”, porque os usuários fazem o download e compilam seu código-fonte manualmente de acordo com suas necessidades.

Isso não só faz com que seja uma combinação perfeita para os requisitos de hardware da sua máquina, mas permite que você decida exatamente quais versões de pacotes serão instaladas.

O Gentoo não é das distribuições mais fáceis de serem manipuladas. No entanto, se você sabe o que faz, tem conhecimento do sistema e deseja obter total controle da compilação dos códigos, então o Gentoo pode ser uma escolha interessante para seu perfil de utilização.

8. Raspbian

O Raspbian, baseado no Debian, é o sistema operacional padrão que está incluído no Raspberry Pi . Como o Pi foi projetado para ser uma ferramenta educacional, o Raspbian é o sistema operacional perfeito para os interessados ​​em começar a codificação.

Esse sistema é muito recomendado, sobretudo para usuários que desejam se aprofundar no mundo da programação.

O Raspbian contém o ambiente de desktop LXDE, o gerenciador de janelas OpenBox, o navegador Midori e algumas ferramentas para desenvolvimento de software.

A distribuição ainda é um projeto de pequeno forte, e não é ligado à Raspberry Pi Foundation ou ao projeto Debian.

O nome Raspbian é uma siglonimização da composição de Raspberry Pi e Debian.

Distribuições linux para desenvolvedores
Avalie esse artigo!

Deixe um comentário

Compartilhar
Twittar
Pin
2 Compart.